Bolhas: Palavras com lh e muitas bolhas!

4 comentários


Olha a bolha d'água
no galho!
Olha o orvalho!
Olha a bolha de vinho
na rolha!
Olha a bolha!
Olha a bolha na mão
que trabalha!
Olha a bolha de sabão
na ponta da palha:
brilha, espelha
e se espalha
Olha a bolha!
Olha a bolha
que molha
a mão do menino:
A bolha da chuva da calha !

Cecília Meireles 










O Mágico de Oz: Incentivando a leitura

3 comentários



E depois de ler "O Mágico de Oz" para os alunos, vamos aos trabalhinhos:


Este ano peguei uma sala difícil, o primeiro livrinho que li pra eles, foi uma decepção, nenhum aluno me olhava, todos distraídos com outras coisas, com carinhas de tédio, e , assim foi por vários dias até que consegui conquistá-los para a leitura. Li todos os dias, mostrava muita empolgação e até cometia exageros para chamar atenção, e nada. Hoje, são outros alunos, consegui cativá-los para essa que considero a melhor parte da minha aula, para mim e para eles também agora. Já li vários livrinhos, consegui ler o livro " O Magico de Oz"  e me surpreendi com o interesse deles em ouvir cada capítulo. Agora, estou lendo "James e o Pêssego Gigante" de Roald Dahl, um livro com 207 páginas de aventuras e me surpreendi, quando um dos alunos, antes muito desinteressado, me falou que havia pesquisado na internet sobre o livro e que já sabia o final da história. Foi um momento muito importante, saber que aquele aluno que não queria saber de leitura, sentiu curiosidade de pesquisar em casa sobre a leitura que estamos fazendo em sala. Uma vitória!

















Limeriques dos meus alunos

4 comentários

Limeriques são poemas curtos, geralmente relatando situações engraçadas e até sem “ pé nem cabeça”. Têm sempre cinco versos, onde a primeira, a segunda e a quinta linhas terminam com a mesma rima. O terceiro e o quarto verso rimam entre si, seguindo o esquema AABBA (A=1ª, 2ª,5ª e B= 3ª, 4ª).

Não se sabe ao certo como eles surgiram, alguns dizem que foi na Irlanda, na cidade de Limerich, mas começaram a fazer sucesso quando um inglês chamado Edward Lear, passou a escrever limeriques.

Escrever limeriques é uma gostosa brincadeira, você só precisa imaginar uma situação, selecionar as rimas e contar a 'historinha', seguindo o esquema acima. As crianças adoram, até porque com não exige coerência eles dão asas a imaginação.  
Esse foram escritos pelos alunos espontaneamente depois que li um livro de Limeriques  na sala, foram me entregando, depois escolhi alguns, digitei e dei para outros alunos fazer a ilustração.
Obs: Descobri os Limeriques através do João, que trouxe a novidade da escola.