10 brincadeiras e estímulos para crianças de 1 a 3 anos // Renata Conrado

0 comentários

10 brincadeiras e estímulos para crianças de 1 a 3 anos // Renata Conrado

1 comentários

Sugestão de filme.

0 comentários
Há quanto tempo não passo por aqui! Estou com muitas saudades de blogar, no entanto os compromissos me impedem de passar com tanta frequência.

Hoje, assisti a um filme lindo (Na frente da classe) que me deixou muito emocionada! O filme é estrelado pelo ator James Joseph Wolk que dá vida ao professor Brad Cohen, personagem com a Síndrome de Tourette e eu vivo um pouco do que o filme retrata. Obviamente o problema que eu tenho não é tão difícil como o do Sr. Cohen, mas também incomoda as outras pessoas, em especial os adultos. Para o Sr. Cohen a Síndrome de Tourette foi uma professora, pra mim, talvez não tenha acontecido dessa forma: Ser professora, poder fechar a porta da minha sala e ser eu mesma com crianças que aprenderam me amar pelo que eu sou, foi o melhor ensinamento para aprender viver, saber que primeiramente a deficiência choca, mas depois é irrelevante, pois o amor fala mais alto.

 "Antes de me conhecerem as crianças às vezes acham que eu sou estranho e até assustador, mas depois que eu ensino tudo sobre minha doença e elas veem que o senhor Cohen é uma pessoa de verdade, que por acaso faz barulhos engraçados, aí elas me aceitam como um bom professor, assim como vocês!" Sr. Cohen

Bolhas: Palavras com lh e muitas bolhas!

4 comentários


Olha a bolha d'água
no galho!
Olha o orvalho!
Olha a bolha de vinho
na rolha!
Olha a bolha!
Olha a bolha na mão
que trabalha!
Olha a bolha de sabão
na ponta da palha:
brilha, espelha
e se espalha
Olha a bolha!
Olha a bolha
que molha
a mão do menino:
A bolha da chuva da calha !

Cecília Meireles 










O Mágico de Oz: Incentivando a leitura

3 comentários



E depois de ler "O Mágico de Oz" para os alunos, vamos aos trabalhinhos:


Este ano peguei uma sala difícil, o primeiro livrinho que li pra eles, foi uma decepção, nenhum aluno me olhava, todos distraídos com outras coisas, com carinhas de tédio, e , assim foi por vários dias até que consegui conquistá-los para a leitura. Li todos os dias, mostrava muita empolgação e até cometia exageros para chamar atenção, e nada. Hoje, são outros alunos, consegui cativá-los para essa que considero a melhor parte da minha aula, para mim e para eles também agora. Já li vários livrinhos, consegui ler o livro " O Magico de Oz"  e me surpreendi com o interesse deles em ouvir cada capítulo. Agora, estou lendo "James e o Pêssego Gigante" de Roald Dahl, um livro com 207 páginas de aventuras e me surpreendi, quando um dos alunos, antes muito desinteressado, me falou que havia pesquisado na internet sobre o livro e que já sabia o final da história. Foi um momento muito importante, saber que aquele aluno que não queria saber de leitura, sentiu curiosidade de pesquisar em casa sobre a leitura que estamos fazendo em sala. Uma vitória!

















Limeriques dos meus alunos

4 comentários

Limeriques são poemas curtos, geralmente relatando situações engraçadas e até sem “ pé nem cabeça”. Têm sempre cinco versos, onde a primeira, a segunda e a quinta linhas terminam com a mesma rima. O terceiro e o quarto verso rimam entre si, seguindo o esquema AABBA (A=1ª, 2ª,5ª e B= 3ª, 4ª).

Não se sabe ao certo como eles surgiram, alguns dizem que foi na Irlanda, na cidade de Limerich, mas começaram a fazer sucesso quando um inglês chamado Edward Lear, passou a escrever limeriques.

Escrever limeriques é uma gostosa brincadeira, você só precisa imaginar uma situação, selecionar as rimas e contar a 'historinha', seguindo o esquema acima. As crianças adoram, até porque com não exige coerência eles dão asas a imaginação.  
Esse foram escritos pelos alunos espontaneamente depois que li um livro de Limeriques  na sala, foram me entregando, depois escolhi alguns, digitei e dei para outros alunos fazer a ilustração.
Obs: Descobri os Limeriques através do João, que trouxe a novidade da escola.










Stop Motion - Homenagem ao Patrono da escola

2 comentários


Projeto Stop Motion em homenagem ao Patrono da escola Erso Gomes.



          Tínhamos que fazer uma homenagem à escola e resolvi contar sua história através da técnica de animação Stop Motion, o que era novidade para a maioria dos meus alunos, mas fugia daquelas tradicionais atividades escolares e indiretamente os levaram a produção escrita através de registros, roteiros e descrição. O trabalho foi árduo, pois tenho muitos alunos na sala e algumas etapas exigiam muita concentração e paciência e alguns alunos ainda não tinham maturidade para tanto, queriam mesmo brincar com as massinhas. Então, fizemos uma abertura e um encerramento com os trabalhos desses alunos menores, e os outros que já tinham um pouco mais de jeito com as massinhas fizeram a parte da história do Sr. Erso Gomes.
Assistam o vídeo:








Quer mais informações sobre esta técnica conheçam o blog do Cacinho em : Animações- Animado Desenho


Temas: Escola e histórico da escola, patrono da escola, desmatamento e reflorestamento, Bandeiras, leitura, tecnologia.

Este trabalho visa resgatar o histórico da escola e em especial pelo Patrono da Escola, um homem cuja história de vida se engrena com a história do bairro onde a escola se situa. Porém demonstra a preocupação com a necessidade de buscar novos caminhos para motivar os alunos quanto as suas produções escolares no que se refere à leitura e a escrita. Esses caminhos apontam para algo mais moderno e prazeroso e que desperte de fato o interesse deles. Neste sentido, a narrativa poética da história de vida do senhor Erso Gomes por meio do Stop Motion contribuiu para uma alfabetização com ênfase no letramento de crianças, buscando a socialização deles com a narrativa, com os colegas e com a escrita indiretamente, uma vez que para chegar ao produto final, será necessário a produção escrita de um roteiro, descrição de imagem e exigem um cuidadoso planejamento de cada etapa.

1.       OBJETIVO GERAL:
 Contribuir no processo de alfabetização dos alunos dos 2º anos B e D  com ênfase no letramento.

2.      OBJETIVOS ESPECIFICOS:
− Proporcionar momentos de interação que possibilitem o desenvolvimento de atitudes de solidariedade e cooperação entre os alunos.
− Construir roteiros;
- Descrever imagens, personagens e cenários;
− Refletir sobre a escrita dos roteiros;
− Confeccionar cenários;
− Gravar áudio com declamação de narrativa poética;
− Fotografar os cenários.
3.      PROCEDIMENTOS:
- Conversar com os alunos sobre a técnica de Stop Motion, mostrar vídeos animados prontos na internet e outros ensinando como se produz uma animação.
- Mostrar trechos de Filmes Infantis famosos que fizeram uso dessa técnica: Fuga das Galinhas
,(2000), Coraline e o Mundo Secreto (2009), Batalha dos Vegetais (2006) a fim de despertar o interesse pela técnica em questão: Stop Motion.
- Fazer a leitura diária da Biografia e da Narrativa poética da vida de Erso Gomes com os alunos e solicitar que eles façam a leitura na frente dos colegas em sala, em frente o espelho e silenciosa.
- Gravar áudio dos alunos.
- Traçar o roteiro de como a história será representada.
- Fazer coletivamente a descrição das cenas, cenários e componentes das cenas.
- Montar em massinhas, caixinhas e outros materiais cada uma das cenas.
-Fotografar a interação do grupo e as cenas.
- Orientar para que alguns alunos façam as fotos enquanto outros cuidam do cenário e façam a iluminação (luminária).
- Trazer a edição final para fazer em sala, para que os alunos compreendam o processo.
- Pedir que os alunos produzam um texto (escrito e ilustrado) sobre como o trabalho foi feito.
- Gravar CDs para entregar as famílias com a participação dos alunos.
- Postar vídeo no Youtube para que o aluno valorize sua produção.
4.      MATERIAIS:
- Massinhas;
-Materiais recicláveis: Papelão, caixinhas, tampinhas, brinquedos, etc.
-Papel Kraft;
-Cartolina;
- Caneta Hidrocor;
-Tinta Guache;
- DVDs;
-Câmera fotográfica;
-Luminária;
- Caixas;

-Notebook;