Arte na Escola

17 comentários








Os Candangos - Bruno Giorgi


Conceição dos Bugres/MS



Leitura na Sala de Aula- Que Vida Boa!

9 comentários



Trabalho realizado nas aulas de Artes e Produções Interativas no 1º ano A, com o objetivo de estimular a leitura e a oralidade nas crianças, valorizar escritora a regional Sandra Andrade e identificar os animais da região.
A partir da leitura do livro foi possível trabalhar com os alunos as rimas; sequência; cadeia alimentar; animais e sua locomoção; cobertura do corpo; alimentação e habitat; noções de adição e multiplicação (através de desenhos), artes plásticas e listas de palavras.

Crianças de 5/6 anos que ainda não estão alfabetizadas.

Quer ver mais desse trabalho visite o Blog da Escola:


Meu filho também fez um trabalho no Paint com esse livro para ver acesse:




Dia dos Namorados: Desenhos Românticos para colorir

12 comentários











Alfabetização: Dados silábicos

8 comentários
Fiz o alfabeto móvel no prendedor de madeira para que as crianças pudessem perceber melhor o número de letras necessárias para formar uma palavra. Entrego os prendedores na quantidade certa, porém, com letras diferentes de cada lado. Veja aqui . Comecei misturar duas ou três figuras e os prendedores suficientes para montar as palavras. Cheguei até mesmo dar prendedores a menos ou a mais para que meus pequenos pensassem um pouquinho. Depois numa segunda etapa distribuí os dadinhos silábicos para que eles montassem as palavras e refletissem sobre a necessidade de mais de uma letra (em alguns casos) para formar sílaba. Segue abaixo os moldes dos dadinhos silábicos para quem quiser imprimir. O resultado dessa atividade superou minhas expectativas. Foi muito bom para o desenvolvimento dos alunos na leitura.











Enquanto a alegria quiser

10 comentários

E de repente
pipoca com quentão no coração da gente
uma antiga vontade permanente:
“Pula a fogueira, Iaiá”. Pula a fogueira ioiô.
“Cuidado para não se queimar...”.

No rosto, um bigodinho de rolha cresce e coça debaixo do nariz.
Na boca, somem uns dois ou três dentes da frente!
A língua, mexendo de um lado para o outro, diferente,
não se cansa de repetir : Tá ficando bão ! Vai ficar mió!

Sanfona com paçoca,
correio elegante com promessas de algodão-doce,
milho cozido no fogo de artifício...

Passa a quadrilha indo ao casamento.
Volta a quadrilha, a ponte quebrou.
Quem se importa? A noiva é só sorrisos. O noivo ri a toa.
São João, São Pedro e Santo Antônio dançam de mãos dadas.
Tudo é só coração.
Marcelo Donatti.